COVID Hospital: 18 mortes em 9 dias e UTI lotada

Dados de altas médicas da UTI de Matão são aterrorizantes. Confira todos os detalhes no Portal Hora1. Clique na foto:

COVID Hospital: 18 mortes em 9 dias e UTI lotada
Arte Portal Hora1

Boletim do Hospital Carlos Fernando Malzoni nesta quinta-feira (10) mostra 75 pacientes hospitalizados com COVID-19.
O número de matonenses internados hoje é 63 pacientes. A UTI continua com um número muito além da capacidade do hospital - 26, com mais uma alta médica.
São 08 leitos SUS e 10 leitos extras na UTI e 6 por conta do hospital.
Na enfermaria são 49 pacientes internados nesta quinta-feira (10), que mostra extrema dificuldade. 

São 12 os pacientes da nossa região: 3 de Dobrada, 2 de Itápolis, 1 de Araraquara, 1 de Ibitinga, 1 de Motuca, 1 de Olímpia, 1 de Ouroeste, 1 de Porto Ferreira e 1 de Tabatinga.

O Hospital não registrou óbitos por COVID-19 nas últimas 24h, felizmente

Junho, por enquanto, tem média de mortes diárias maior que maio.
São 12 mortes de matonenses em 9 dias.
Ao todo – só em junho – o Hospital Carlos Fernando Malzoni registrou 18 mortes por COVID-19 confirmada.

O espantoso é o baixo número de altas médicas, especialmente na UTI.
Segundo dados, apurados pela equipe de Reportagem do Hora1 junto à Assessoria de Imprensa HCFM, nos 10 primeiros dias de junho apenas 5 pessoas tiveram alta da UTI para enfermaria COVID.
Grande contraste com as 18 mortes no mesmo período.
Percentual altíssimo de mortes - quase quatro vezes mais mortes que altas médicas.
Na enfermaria houve 51 altas médicas, no mesmo período, felizmente.

Confira detalhes e informações neste trecho Jornal Hora1, apresentado pelo Jornalista Fábio Pereira:

Nossos sentimentos aos familiares.