CORTE Jh1: William de Gaetano Bassi – entrevista

Esclarecedora: essa é a palavra que devemos usar para definir a entrevista. E diria mais: muitíssimo esclarecedora. Confira no Portal Hora1. Clique na foto:

CORTE Jh1: William de Gaetano Bassi – entrevista
William de Gaetano Bassi - Secretário de Administração e Fazenda de Matão em entrevista ao Jornalista Fábio Pereira

Na noite desta terça-feira (08) o Secretário de Administração e Fazenda, Willian de Gaetano Bassi, participou do Jornal Hora1 – apresentado pelo Jornalista Fábio Pereira – e falou sobre os novos desafios do governo Cido Ferrari; O que muda e o que não muda; Qual a verdadeira dívida do município de Matão – dívidas de longo prazo, precatórios e dívidas de curto prazo; Como está sendo lidar com pressões de fornecedores, notadamente de serviços essenciais...

Wilian falou, também, sobre pressão e reorganização dos pagamentos de fornecedores, que parece ser a dificuldade maior do governo e a resposta deverá vir por decreto do novo Prefeito.

O Secretário defendeu os mesmos princípios desde a era Adauto Scardoelli e do compromisso dos secretários e do novo prefeito em torno do projeto para a cidade de Matão.

Wiliam disse, ainda, que o Prefeito Cido Ferrari participou desde a elaboração do plano de governo, participava das reuniões de secretários e era o coordenador da equipe na fase de transição.

Ele contou, também, sobre uma reunião que aconteceu no dia 1º de junho na prefeitura de Matão, onde foram tratados vários assuntos da administração, àquele momento, ainda ‘em exercício’ do Cido Ferrari.

Em tempo:
A participação do amigo William, Secretário de Administração e Fazenda de Matão, mostra uma face conservadora do padrão Adauto Scardoelli de administrar e também o tom que deve nortear o contato da administração Cido Ferrari com a imprensa, notadamente aquela que não é dos “cumpanheiro”, mas também não é oposição.

Dentro do aspecto profissional da imprensa comandada pelo Jornalista Fábio Pereira, vimos na entrevista uma porta de entrada para que informações importantes para a população possam ser passadas de forma completa e irrestrita. Sem as “burocracias” que emperram a boa comunicação: pode público/imprensa/população.

Torcemos muito para que seja assim com todos os secretários e diretores...

Confira a entrevista, na íntegra, no link abaixo: