Araraquara não se adequa a regras do Plano São Paulo outra vez

Desde a última sexta-feira (11), decreto estadual permite funcionamento somente até as 22 horas. Enquanto não há reunião, horário continua prorrogado.

Araraquara não se adequa a regras do Plano São Paulo outra vez
Imagem ilustrativa

Segundo o Portal Morada de Araraquara, o Comitê de Contingência do Coronavírus do Município informou nesta segunda-feira (14) que vai se reunir para incorporar em novo decreto as deliberações do governo do estado de São Paulo, materializadas em novas determinações do Plano São Paulo.

Ainda não há data para que o possível novo decreto entre em vigor. Então, até lá continua valendo o decreto municipal Nº 12.406, de 11 de novembro de 2020, que autoriza o funcionamento até as 2h00 da manhã. Se as novas regras previstas no Plano SP forem incorporadas, bares deverão encerrar o atendimento presencial às 20h, conforme já ocorre na capital paulista, enquanto restaurantes e lojas de conveniência em perímetro urbano só poderão vender bebidas alcoólicas até as 20h e deverão fechar às 22h.

A capacidade de público em bares e restaurantes está limitada a 40% da capacidade de cada estabelecimento. A permanência de clientes em pé está proibida, e cada mesa pode ter, no máximo, seis pessoas. O distanciamento mínimo entre as mesas deve ser de 1,5 metro, com aferição de temperatura e acesso a álcool em gel nos acessos aos estabelecimentos.

Nas lojas de conveniência, os clientes podem permanecer em pé, mas devem seguir as demais normas e horários dos restaurantes. A limitação de venda de bebida alcoólica às 20h vale tanto para o consumo nas lojas como para viagem. A medida é necessária para coibir aglomerações nas imediações das lojas e outros locais públicos.

Ainda dentro das regras do Plano SP que podem ser incorporadas em um novo decreto da Prefeitura de Araraquara está o funcionamento do comércio em geral e shoppings limitado a 12 horas diárias com fechamento às 22h, como forma de evitar aglomerações.