Quinta, 13 November 2014 08:33

Fábrica da Hyundai em Araraquara será anunciada na próxima terça Destaque

Escrito por
Avalie este item
(3 votos)

capa fabrica Hyundai araraquaraCerimônia será feita em São Paulo, no Palácio dos Bandeirantes. Empresa instalará unidade em Araraquara após recuperação judicial da IESA inviabilizar parceria. Cerca de 300 empregos diretos serão gerados.

 

A Hyundai Rotem, braço do gigante sul-coreano Hyundai Motor Group para o setor ferroviário, deve anunciar na próxima terça-feira (18), em São Paulo, a instalação de uma fábrica para a produção de trens, em Araraquara.

O anúncio será feito em uma cerimônia, no Palácio Bandeirantes, e contará com a presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB). O investimento é da ordem de R$ 120 milhões.

A decisão de construir uma unidade na cidade foi tomada como forma de suprir a produção de trens anunciada em parceria com a IESA, que está em recuperação judicial desde setembro. A parceria previa a produção de 30 trens para o contrato com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), contrato que a Hyundai Rotem deve assumir.

O anúncio seria feito nesta terça-feira (11), mas a incompatibilidade entre as agendas do governador e a diretoria da empresa adiou o evento em uma semana. A Prefeitura de Araraquara não confirma, mas já comemora nos bastidores a confirmação e prepara uma comitiva para prestigiar a assinatura.

A empresa deverá gerar cerca de 300 empregos diretos.

Fonte: SimNews.com.br

Portal Process

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Informações adicionais

  • Aviso: © Copyright 2014 - Portal Process. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação falado ou televisivo, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Portal Process.
Lido 4227 vezes Última modificação em Quinta, 13 November 2014 08:37

Deixe um comentário

Comente à vontade, apenas ressaltamos que nosso Portal Hora1 (Process) não aceita ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Seu comentário será aprovado em até 12 horas a partir da postagem.