Terça, 04 December 2018 16:40

2 dos 17 inscritos no Mais Médicos começam a trabalhar em Matão Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Capa maismedicosDois dos 17 inscritos para assumir as vagas do programa Mais Médicos em Matão (SP) começaram a atender nesta segunda-feira (3). Os médicos irão substituir os profissionais cubanos que voltaram para o seu país de origem após Cuba romper a parceria que tinha com o Brasil.

 

 

O Ministério da Saúde informou que até agora cerca de 2 mil médicos já assumiram uma das 8.517 vagas do programa em todo Brasil.
Agora, a partir desta segunda, o médico Felipe Vidal Schneider Guimarães irá atender no posto do bairro Portal Terra da Saudade e a médica Sidneia Pereira de Almeida Carvalho passa a atender no posto do Jardim Brasil.

“É uma oportunidade de eu voltar para a cidade, já que eu trabalhava fora, mas sempre atuei na saúde da família”, contou Sidneia.
Outros 11 médicos já se apresentaram à prefeitura e se comprometeram a começar a trabalhar na próxima segunda-feira (10). O prazo para todos os médicos se apresentarem é 14 de dezembro.

Enquanto isso não acontece, os atendimentos médicos estão suspensos. Os médicos cubanos deixaram Matão em 21 de novembro. Desde então mais de 2 mil consultas deixaram de ser realizadas nos 11 postos de saúde da família, segundo o secretário de Saúde, João Guimarães.

 

Foto: Marlon Tavoni/EPTV

Fonte: g1.com/araraquara

mais medicos matao

 

Portal de notícias hora1
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Informações adicionais

  • Aviso: © Copyright 2016 - Portal de Notícias Hora1 (Portal Process). Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação falado ou televisivo, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do proprietário dos direitos de conteúdo.
Lido 291 vezes Última modificação em Terça, 04 December 2018 16:45

Deixe um comentário

Comente à vontade, apenas ressaltamos que nosso Portal Hora1 (Process) não aceita ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Seu comentário será aprovado em até 12 horas a partir da postagem.