Terça, 06 November 2018 11:03

Câmara participa da Campanha Novembro Azul Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Capa novembroazulcamaraO mês de novembro é o escolhido para a campanha de conscientização sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

 

O Legislativo Matonense participa da campanha Novembro Azul, que visa alertar sobre a prevenção e o combate ao Câncer de Próstata. Este é o quinto ano que a fachada do prédio ganhará uma iluminação especial de cor azul durante todo mês, para lembrar à população sobre a causa.

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens no Brasil. No mundo, é o sexto tipo mais comum, ficando atrás apenas dos tumores de pele. A cada seis homens, um é portador da doença. Para o Brasil, estimam-se 68.220 casos novos de câncer de próstata para cada ano do biênio 2018-2019. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens.

O Presidente da Câmara, vereador Valter Trevizaneli (Valtinho), afirma que todos os órgãos do nosso município devem colaborar com esta campanha. “A detecção desse tipo de câncer em estágios iniciais aumenta em 90% as chances de cura, por isso, é importante que nosso município ajude a divulgar informações sobre o Câncer de Próstata, para que os homens fiquem atentos e realizem os exames preventivos”, disse Valtinho.

 

 

Portal de Notícias Hora1
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Informações adicionais

  • Aviso: © Copyright 2016 - Portal de Notícias Hora1 (Portal Process). Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação falado ou televisivo, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do proprietário dos direitos de conteúdo.
Lido 50 vezes Última modificação em Terça, 06 November 2018 11:33

Deixe um comentário

Comente à vontade, apenas ressaltamos que nosso Portal Hora1 (Process) não aceita ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Seu comentário será aprovado em até 12 horas a partir da postagem.